Fundos Multimercado: Alternativa para quem procura diversificação

Tempo de leitura: 3 minutos

Em épocas com queda na taxa de juros no país, fundos de renda fixa ficam poucos rentáveis aos olhos dos investidores. Uma solução, para sair da renda fixa com uma rentabilidade excelente para acelerar sua carteira, são os fundos multimercado.

Neste artigo, vamos destrinchar tópicos essenciais para um bom entendimento sobre o assunto. Vamos relembrar alguns pontos.

 

O que são Fundos Multimercado?

São fundos que podem realizar suas aplicações em diferentes classes de ativos, sendo elas: ações, derivativos, câmbio, renda fixa, entre outros. Por possuírem esta característica, podem ser considerados diferenciados dos demais, pois o investidor tem liquidez com uma renda fixa, mesclada com ações, derivativos entre outros.

Isto é um ponto positivo em relação à mudança de decisão frente a uma mudança de cenário econômico, pois possibilita montar estratégias de acordo com o momento, atuando no longo e curto prazo.

 

Versatilidade

É uma opção para o gestor do fundo para ter uma reação contra momentos de alta volatilidade, defendendo-se de instabilidades momentâneas, podendo, assim, gerar excelentes ganhos.

Com uma gestão profissional, o fundo se adequa à estratégia do gestor e procura trabalhar sempre em cima disso, para gerar bons resultados para os investidores.

A estratégia Macro é a mais comum, que é voltada ao aproveitamento de oportunidades de ganhos, frente ao cenário macroeconômico de médio e longo prazo.

 

Então qual é a melhor aplicação?

 Ao acessar os fundos da corretora, abra a lâmina do fundo e veja qual está se comportando melhor dentro do parâmetro que você considera agradável, que não seja tão volátil e que tenha uma política clara e transparente, por exemplo.

Analise os últimos 12 meses do fundo, compare com outros fundos. Se preferir, e é o que recomendamos, fale com seu assessor da Clínica do Enriquecer para discutir sobre os fundos.

 

Custos dos Fundos e Taxa de Administração

 Fundos multimercado possuem uma tributação regressiva quando comparados com outros fundos de investimento. Fundos de longo prazo possuem uma tributação inicial de 22,5%, reduzindo isso até 15% sobre seus rendimentos após dois anos.

Já fundos de multimercado de curto prazo (que costumam ter até 1 ano) possuem imposto inicial de 22,5%, que, após 6 meses, cai para 20%.

A taxa de administração desses fundos não difere dos demais, estando por volta de 1,82%. No entanto, como esses fundos possuem estratégias mais elaboradas, pode haver cobranças de taxas de performance sobre os rendimentos que superam o benchmark dos fundos. O benchmark mais comum é o CDI e Ibovespa, quando relacionado a trade de ações.

 

Riscos dos Fundos Multimercados

 Como possuem chance de dar altos rendimentos, possuem também riscos de perda de capital. Como este fundo é um fator essencial para a diversificação da carteira de investidores (apesar de poderem fazer hedge e tendo gestão profissional), ele é suscetível a crises inesperadas.

Esses fundos possibilitam também ao gestor a fazer alta alavancagem, que naturalmente eleva o risco do mesmo. Por isso, é sempre importante verificar em qual fundo você está aplicando seu patrimônio.

 

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco:

contato@clinicadoenriquecer.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *