Por onde começar e como fazer o seu planejamento financeiro

Tempo de leitura: 5 minutos

A maioria das pessoas, quando se trata de planejamento financeiro, pensa que para juntar dinheiro, basta guardar, no final do mês, o que sobrar do dinheiro recebido. Mas não é assim que funciona. Guardar dinheiro não é algo simples e necessita de um planejamento. Neste artigo, iremos explicar como iniciar seu planejamento financeiro e que não é impossível enriquecer, é só ter disciplina e planejamento.

 

  • Se conscientizar

O primeiro passo é realmente decidir dar o primeiro passo. Não adianta alguém impor isso a você. Temos que ter a noção de que precisamos de um planejamento. Como infelizmente, isso não é cultural, não temos educação financeira nas escolas e são raros os casos em que os pais já passam essa cultura para o filho.

Por outro lado, você tem extrema capacidade de aprender, ter responsabilidade e controle sob seu dinheiro. Afinal, dinheiro gera dinheiro!

É necessário entender que disciplina é a palavra-chave de um bom planejamento. Mudando seus hábitos financeiros (muitos deles negativos), você verá uma drástica mudança em seu capital.

 

  • Entender como funciona o dinheiro

Existe um caminho. O dinheiro não surge do nada e nem vai embora, também, sem mais nem menos. Dessa forma, encontram-se 4 paradigmas do dinheiro, que são:

-Conseguir dinheiro: empréstimos/financiamentos/se desfazer de ativos por preços abaixo do mercado para conseguir dinheiro imediatamente.

-Ganhar dinheiro: trocar seu tempo e esforço por uma remuneração.

-Fazer dinheiro: além de trabalhar em um negócio próprio, gastando tempo e esforço nele, você também remunera o tempo de outras pessoas, gerando mais dinheiro.

– Investir dinheiro: usá-lo para adquirir ativos, sendo que a valorização dele gera mais dinheiro e muitas vezes gerando uma renda mensal. Aqui, praticamente não se gasta tempo e esforço com isso.

 

  • Defina seus Objetivos para o planejamento financeiro

Se você não sabe para onde ir, qualquer lugar serve. Defina seus objetivos antes de começar a traçar metas.

Procure traçar objetivos de curto, médio e longo prazo para que isso estimule você nas conquistas e nunca perca o foco. Dentro deles, crie metas para que possam ser atingidas brevemente e incentivar você.

Se recompense por isso! Tenha em mente que, se seu objetivo é comprar um carro no valor de R$ 50.000,00, isso será seu objetivo de médio prazo para os próximos meses.

 

  • Eduque-se financeiramente

Procure sempre estar informado sobre o mercado financeiro. Ele muda constantemente. Busque canais de educação, como as mídias da Clínica do Enriquecer para estudar e gerar dúvidas.

O conhecimento é e sempre será o investimento mais rentável. É a única coisa que nunca vão tirar de você! Invista nisso.

No entanto, no Brasil, infelizmente a educação não é valorizada. Mas, ao adquirir novos conhecimentos, você mesmo pode se tornar um canal de informação para as outras pessoas. Informe-as sobre investimentos, sobre política, sobre a realidade de sua cidade, para que isso possa se repercutir cada vez mais.

 

  • Como poupar?

 Gaste menos do que você ganha. Simples. Pode parecer óbvio, mas é a receita para o sucesso. Os que gastam mais ou igual ao que ganham, não conseguem guardar dinheiro e, pior, se enroscam em dívidas.

Poupar é acumular valores no presente para utilizá-los no futuro, o que geralmente envolve mudança drástica de hábitos, reduzindo gastos pessoais e familiares. Pode parecer simples, mas não é. Exige um acompanhamento de profissionais até que a pessoa consiga se tornar independente disso.

Um dos gastos campeões que vemos por aqui é o famoso “gasto fantasma” que consiste em pequenos gastos ao longo das semanas e que, ao final do mês, todo o recebimento da pessoa, não sobrando nada para guardar e investir. Somado no final do mês, a pessoa gastou todo seu salário e não sabe nem onde e como gastou isso.

Por isso, sempre tenha o controle de seus gastos, para que, no final do mês, você consiga analisar em que gastou mais e o que precisa reduzir.

Pense antes de comprar: eu quero ou eu preciso muito?

 

  • Aprender a investir

Estudos mostram que 90% das pessoas que começam a investir largam tudo no primeiro mês. Muitos de nós querem resultados imediatos. Contudo, investimento e poupança são aplicações de médio a longo prazo. Por isso, prenda-se sempre no rendimento de seus investimentos. Faça contas! Coloque seu dinheiro para trabalhar para você!

Para iniciar isso, abra uma conta numa corretora de valores. Lembrando que poupança é o pior investimento! Procure uma empresa especializada para fazer seus negócios. Nós, da Clínica do Enriquecer, indicamos a BM Corporate como uma empresa que faz assessoria de investimentos e que é vinculada a uma corretora!

 

  • Finalmente, aprenda a enriquecer!

 As pessoas têm medo de falar sobre dinheiro. Perceba isso. Infelizmente, como eu disse, é cultural!

Procure trocar ideia com pessoas que tem a cabeça mais aberta para isso, para que possam evoluir juntos. Lembre-se riqueza não está relacionada com o quanto você ganha. Riqueza é resultado de um trabalho duro, perseverança, planejamento e acima de tudo disciplina.

Muitos vivem no limite, de salário em salário, para conseguir pagar tudo. Está errado! Procure se planejar. Assim, sobrará dinheiro para que você crie um “colchão de liquidez” ou um “pé de meia”.

O nível de riqueza de uma pessoa se mede em seu patrimônio líquido e não em quanto você ganha, lembre-se disso.

A educação financeira pode mudar sua vida, mas para que isso aconteça, tenha um planejamento financeiro por trás de tudo e o siga rigorosamente.

 

Quer começar um planejamento? Entre em contato conosco!

contato@clinicadoenriquecer.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *